Compartilhe

default

Cestas De Natal – Símbolo De Agradecimento

Cesta de natalOs preparativos para o Natal já começaram e estão bem acelerados em todo o país! Entre presentes de natal para parentes e pessoas queridas, brindes para clientes e fornecedores, as empresas também aproveitam a chegada do fim de ano para recompensarem seus funcionários com cestas de Natal. O conteúdo pode variar de acordo com cada organização, mas panetones e biscoitos são itens indispensáveis.

Na hora de escolher os produtos, é importante levar em consideração que devemos agradar não só ao funcionário, como também sua família: esposa/marido, filhos. Para isso, a solução que algumas organizações encontram é apostar em itens básicos, como açúcar refinado, arroz, café, feijão, fubá, macarrão, sal, mistura para bolo, macarrão, molho de tomate, óleo de soja, uva passas, bombons, nozes e biscoito recheado. Esses são os mais comuns e pela diversidade de marcas existentes no mercado hoje é possível fazer uma ampla pesquisa de mercado e baratear a cesta da empresa com esses alimentos.

Outros produtos para cesta de Natal interessantes e mais diferenciados, que podem ajudar a empresa a inovar no presente, sem deixar de lado o clima de fim de ano, são: biscoitos champanhes e amanteigados, rocambole, wafer, chocotone e ovomaltine. Entretanto, apesar de terem mais chances de agradar, esses são itens que podem encarecer o presente. Vinhos, licores, frutas secas e geleias também podem estar presentes, dependendo do orçamento disponível. O ideal é estabelecer metas de despesas para saber quais deles poderão ser comprados.

A entrega é um momento delicado, já que os produtos precisam estar bem embalados para não quebrarem ou estragarem, principalmente quando são levados para locais mais distantes. Ela pode ser de três formas: porta a porta (a companhia distribui diretamente na residência dos funcionários), simples (distribuição é feita na própria empresa) e auto distribuição (acontece em locais predeterminados).

Para não haver acidentes, é preciso ficar atento ao modelo de embalagem escolhido, além de dos recipientes dos produtos. Se houver vidro, por exemplo, é necessário muito cuidado para que não quebrem; as latas de conserva devem ficar dispostas para que não amasses e prejudiquem a qualidade do conteúdo. Os produtos perecíveis, de preferência, devem ficar de fora da lista, uma vez que correm o risco de estragar no meio do caminho. O uso do papel celofane também pode ajudar na proteção.

Os modelos de cestas mais usados são aqueles de vime ou mesmo uma caixa de papelão decorada. O mais importante é usar a criatividade e deixá-la bonita, seja com um laço decorativo ou até mesmo pinhas.

Hoje, as empresas ainda podem, como uma forma de divulgar sua marca, optar por personalizar essas embalagens com o seu nome ou a sua logo.

Entretanto, o principal objetivo ao distribuir cestas de Natal é recompensar aquelas pessoas que tanto contribuíram para o seu negócio. Este é um símbolo de agradecimento e, através desse ato simples, é possível motivar e fazer com que seu funcionário se sinta ainda mais valorizado dentro da organização.

Compartilhe

Deixe aqui seu comentário ou sugestão

RECEBA DICAS POR E-MAIL